200x200wwd14

wwd-brasil

O Dia Mundial da Água é comemorado em 22 de Março e nesta data, a ONG Waves For Water (fundada pelo ex-surfista profissional, Jon Rose), com apoio da Hurley H2O promoverá uma ação simultânea em 05 países, com 05 equipes, tudo isso para levar água potável a quem necessita.

Este será o maior esforço da história em um único dia, pois a estimativa é que cerca de 100 mil pessoas sejam alcançadas pelo projeto. Serão distribuídos 1.000 filtros de água (200 unidades por país) no Brasil, Haiti, Nicarágua, Libéria e Indonésia.

Cinco grupos de profissionais treinados atuarão nos países acima citados, sendo que formadores de opinião e figuras públicas integrarão as equipes.

No Brasil, participarão da ação o surfista profissional norte-americano Rob Machado, o bicampeão mundial de skate vertical e medalhista de ouro dos X Games Bob Burnquist, o aclamado chefe de cozinha Alex Atala, além de Guga Ketzer, diretor de criação e sócio da agência Loducca Publicidade, que lidera o projeto em nosso país.

Dia Mundial da Água 2014

O que? Iniciativa do Dia Mundial da água em distribuir 1.000 filtros de água potável em cinco regiões diferentes no mesmo dia;

Quando? 22 de março de 2014;

Quem? Waves For Water, H2O Hurley e você;

Onde? Em cinco regiões-chave: Brasil, Haiti, Nicarágua, Libéria e Indonésia;

Como? 200 filtros por região, com capacidade de produção de água potável para 100 mil pessoas no total.

Envolva-se – Entre em contato com Jon Rose em jon@wavesforwater.org.

Para mais informações, acesse http://www.wavesforwater.org/

wwd-brasil-machado1

Rob Machado. Foto: Arquivos Hurley

bob_brianfick

Bob Burnquist. Foto: Brian Fick

destaqueblog1

blog2

Foi sensacional. Também, não podia ter sido de outro jeito. No último sábado, rolou a festa de encerramento do campeonato PUC SURF 2013, ano especial, em que o evento completava 10 anos de existência. Confira toda a cobertura que fizemos da segunda etapa aqui e aqui.

Gustavo Cegalha nos mandou um relato direto do local:
“A festa aconteceu em uma casa aluscinante as margens do Canal de Marapendi, contou com muita gente bonita e uma série de atrações. A principal delas foi o lançamento do vídeo da 2ª etapa, que emocionou a todos presentes logo depois da premiação dos campeões de surf do ano, também contou com show da Banda Sent U Fellin e os DJs que arrebentaram na pista RV e Jay.”

blog 3

“Fechamos mais um ano de muito sucesso, as ondas compareceram nas duas etapas, o público foi incrível e a agitação na areia foi fenomenal”, afirma Guilherme Braga, idealizador e organizador do PUC Surf. “Esse ano completamos 10 anos de existência. Passou muito rápido desde a 1ª edição, quando eu ainda era aluno da universidade e onde resolvemos criar a 1ª edição em um bate-papo em sala de aula. Muitas amizades foram criadas e muitos colaboradores passaram pela gente. Gostaria de agradecer toda a equipe de alunos engajados e staff envolvido na produção que fizeram desse ano uma edição mais que especial. Sem vocês nada disso seria possível. 2014 tem mais!”

#VEMPRAPRAIA.

destaque puc surf

Blog 1

Com a ajuda de São Pedro que segurou a chuva e Netuno que enviou excelentes ondas, a segunda etapa do PUC SURF 2013 terminou no último Sábado (30) com mais um enorme sucesso, consolidando o evento como um dos mais animados das Praias Cariocas.

O tempo nublado, não foi problema, praia cheia em torno do evento, muita gente bonita, bom som e interação na areia. No mar, ondas em torno de um metro, abrindo para os dois lados, favoreceram os atletas que fizeram a mala no Posto 3. O nível estava muito alto, seja no surf, no slackline ou na altinha. Nas ondas, o destaque ficou com Igor Pedrozo, no masculino, e Barbara Rizzeto, no feminino. A disputa do slackline ficou ainda mais acirrada com Alan Schmidt representando a equipe do Espírito Santo. Já na altinha, a galera de Niterói deu um show de bola e o título ficou com a equipe “Lá de Itaquá”.

Blog 3

Durante todo o evento não faltou música, os DJs RV e Caio Bucker destruíram no track sound. No final, a banda Sent U Fellin fechou o dia com toda a vibe do surf music. Quem compareceu ao evento não se arrependeu, foram várias atrações, tudo isso regado a energético Monster e a Skoll do Bar 399.

No surf masculino, as disputas estavam acirradas com ondas longas na vala de esquerda proporcionando até 5 manobras ou direitas fortes com 2 a 3 manobras, eram rasgadas, batidas, aéreos, mas foi o aéreo 360, que fez a diferença para Igor Pedrozo levar o título pela primeira vez:

“As baterias foram acirradas, a galera estava toda focada em ganhar o campeonato e dando o melhor de si dentro d’água, puxando o nível lá pra cima. Com o passar do tempo netuno mandou um swell que terminou o dia com altas ondas na final, e para melhorar, sem vento nenhum.”

Barbara Rizzeto, atleta da Jamf, é uma colecionadora de título, só no PUC SURF já foram quase 10. Confira o que ela achou da última edição:

“Confesso que fiquei um pouco preocupada quando vi a previsão do tempo ruim, mas sabia que a galera não ia se importar com isso! Ainda mais porque durante o dia todo tivemos altas ondas, num mar liso e sem vento! Tinham esquerdas com muito potencial, arrisco dizer que foi um dos melhores mares que já surfei ali! Mesmo com o tempo nublado, a areia ficou lotada, isso só confirma o que eu sempre digo para os meus amigos: se você for no PUC SURF uma vez na sua vida, você nunca mais vai deixar de ir, faça chuva ou faça sol!”

Blog 2

Viajar de ônibus durante 8 horas, pegar um transito caótico no Rio de Janeiro e chegar no evento sem a certeza de que este iria rolar foi a missão de Alan Schmidt. O capixaba partiu com mais 3 amigos para a disputa de slackline e foi presenteado com o título:

“O evento foi incrível, contando com presença de atletas de alto nível, excelente estrutura, enfim, tudo para proporcionar um espetáculo para o público. A final do slackline foi muito disputada, Luca Rocha é um atleta incrível, está se destacando no cenário nacional, e ter a oportunidade de batalhar em uma final com ele é uma honra.”

Luca Rocha mais uma vez se deu bem, foi para a final como na etapa passada. Dessa vez não levou o título, mas garantiu o segundo lugar.

“Na primeira edição o sol favoreceu, mas fora isso a segunda etapa foi melhor ainda. A final contra o Alan foi disputadíssima, eu não queria ser juiz dessa batalha! Quando terminou não fazia ideia do que tinha acontecido.”

Para quem não sabe, o PUC SURF é feito, quase exclusivamente, pelos alunos e ex-alunos da PUC e aqui a única regra é se divertir.

Divirta-se com as melhores imagens do evento: http://bit.ly/PUCSURF2013

destaquehurleysurfestudantil

hurley surfestudantil 1 Foto - kenn robertt blog

Depois de reunir 16 colégios de Santa Catarina na Praia do Mole, para uma competição, mas principalmente para uma confraternização, o resultado não poderia ter sido outro. Um tremendo sucesso, que contou com a participação ilustre de Neco Padaratz (ex-campeão mundial de surf) competindo na categoria Pais/Professores. O Hurley Surfestudantil correspondeu completamente as espectativas.
Se consagrando campeão na classificação geral, o Colégio Estimorte fez bonito, com destaque para seu campeão no surf, o aluno e craque Ariel Juarez, de 15 anos.
Mesmo com ondas de meio metro e um vento nordeste um tanto incômodo, o surf daquela sexta não deixou nada a desejar. Ariel Juarez fez bonito na Praia Mole, e Padaratz deu aula de surf. O ex-campeão mostrou que ainda tem muito surf pra mostrar e levou assim a primeira colocação no surf, na categoria Pais/Professores.

neco padaratz hurley surfestudantil Foto kenn robertt blog

“Foi especial poder passar um dia com meu filho num lugar tão maravilhoso quanto a Praia Mole”, disse Padaratz.

hurley surfestudantil 3 Foto - kenn robertt blog

Com apresentações excelentes, a disputa de skate Forma Turismo mini-ramp foi acirradíssima. Levando pra casa o título de campeão da competição de skate, Felipe Pereira, do Colégio Autonomia, também carimbou o vice-campeonato na classificação geral para o seu colégio.
A massiva participação do público nas atividades ecológicas, como plantio de espécies nativas da flora local e a coleta de lixo na orla foi além do esperado, tornando toda a 10º edição comemorativa um evento memorável. Grande também foi a participação do público presente na escolha da Garota Surfestudantil, que teve como sua escolhida a linda Júlia, do Colégio Feliciano Nunes Pires.

garota hurleu surfestudantilBLOG

CLASSIFICAÇÃO GERAL:

Pontuação Final:
1º Estimoarte 46 pontos
2º Autonomia 44 pontos
3º Acácio Garibaldi | Barra da Lagoa 41 pontos
4º Tendência 40 pontos
5º EB Castelo Branco 35 pontos
6º CEB e IFSC 34 pontos
8º Dinâmica 31 pontos
9º COC 29 pontos
10º IEE 28 pontos
11º Militar 24 pontos
12º Dilma Lúcia 22 pontos
13º Dom Jaime 15 pontos
14º EB Antonio Apostolo 14 pontos

Surfe Alunos:
1º Ariel Jerez [Estimoarte]
2º Messias [Dilma Lúcia]
3º Kaio [Dilma Lúcia]
4º Gulliver Andrade [Acácio|Barra]

Surfe Pai e ou Professor:
1º Neco Padaratz [Autonomia]
2º Daniel Froner [Dinâmica]
3º Josué Rezende [Tendência]
4º Moisés Santana [EB Castelo Branco]

Forma Turismo Skate Session:
1º Felipe Pereira [Autonomia]
2º Arthur Leal [Dinâmica]
3º Guilherme dos Santos [Acácio|Barra]
4º José Feijó [Tendência]

Paredão Giraffas:
Prova foi cancelada por motivo de segurança em função do forte vento nordeste. [Sem vencedores]

Garota Hurley:
1º Júlia | Feliciano Nunes Pires [Militar]

Hemosc Doação de Sangue:
1º Feliciano Nunes Pires [Militar] 29 doações
2º CEB 13 doações
3º Tendência 12 doações

Remada:
1º Acácio| Barra.
2º IEE.
3º Dilma Lúcia.
4º Dinâmica.

Arte na Praia:
Estimoarte

Escultura na Praia:
Estimoarte

Fotos: Kenn Robertt

Confira mais imagens no álbum -> http://bit.ly/HurleySurfestudantil_2013

surf estudantil  OK 3

hurley surf estudantil 2 OK

Na próxima sexta, dia 15 de novembro, rola mais uma edição do Hurley Surfestudantil, um dos mais tradicionais campeonatos da Fecasurf (Federação Catarinense de Surf). O evento reúne pais, alunos e professores de 16 colégios convidados, na Praia Mole, e comemora os 10 anos do campeonato.

O campeonato conta com inúmeras atividades paralelas, como a escolha da Garota Hurley Surfestudantil, remada em equipe, Skate em Miniramp e escalada (prova em uma parede de escalada montada especialmente para o evento).

Quanto às inscrições, cada colégio pode participar com 2 alunos, 1 professor (ou ex-professor) e 1 pai (de aluno, atualmente matriculado em um dos colégios participantes). É imperativo que nenhum dos alunos competidores tenha corrido uma bateria final de qualquer etapa da Fecasurf. O Surf estudantil é um grande campeonato, com potencial de expor novos talentos. Participe!

surf estudantil  OK

Página 1 de 111234567891011